Após a morte do peregrino brasileiro nos Pirineus Franceses, em janeiro de 2002, fazer o caminho no inverno tem sido mais estudado e os cuidados redobrados.

Peregrino na NeveA peregrinação, especialmente no clima frio e com neve, se torna uma caminhada diferenciada que exige uma maior experiência dos peregrinos. A dificuldade de caminhar no terreno cheio de neve pede que o corpo esteja mais acostumado para caminhar por longas distâncias. Lembrando que isso não é um impedimento, e sim uma recomendação.

Com a chegada do inverno as noites ficam mais longas e o tempo disponível de luminosidade é um fator importante. Normalmente amanhece por volta das 08:45/09:00 horas, e anoitece a partir das 17:00/17:30 horas. Logo o total de horas disponíveis para a caminhada fica reduzido, e as distâncias das etapas terão que ser menores.

O acompanhamento da previsão do tempo será de primordial importância, pois devemos levar em consideração as previsões das temperaturas, da velocidade do vento e da cota de neve prevista para o dia.

A velocidade do vento é importante, pois uma temperatura ambiente de 0ºc com vento forte terão uma sensação térmica de -5ºC ou até de -10ºC. A cota de neve determina se vai nevar na localidade ou não. Se caminhares na região do Cebreiro entre cotas de 1300 a 1400 metros, e a previsão indica para cota de neve a partir de 500 metros é sinal que vai nevar e será difícil de andar, e se por acaso também estiver ventando será então impossível seguir sem riscos.

As informações dos moradores dos povoados devem ser seguidas, pois possuem mais experiência no convívio das dificuldades e mudanças do tempo.

Na grande maioria das vezes as tormentas e nevascas acontecem no período da noite e o peregrino já estará abrigado. Não é seguro caminhar após anoitecer no inverno.

Após uma nevasca noturna pela manhã poderá ser possível caminhar se levarmos em consideração alguns cuidados. A parte fofa da neve permite caminhar com segurança. A parte que vira gelo é impossível andar sem deslizar. Não há cajado que ajude! Só alpinista com aquelas botas de pregos conseguem caminhar.

O asfalto também forma uma película de gelo e a caminhada também é impossível. Geralmente no acostamento forma uma camada fofa de neve que permite uma boa caminhada.

Muitos albergues estarão fechados, e outros não possuem calefação. Para uma boa caminhada no inverno utilize de vez em quando a rede de hostais ou pensões. Possuem calefação no quarto onde permite a rápida secagem das roupas, bota ou tênis.

Não coloque o calçado para secar muito perto da calefação, pois o solado descola com a temperatura alta.

Aviso final. É impossível caminhar com equipamento peregrino sem risco de morte com neve pelas canelas em uma etapa de 20 quilômetros. A hipotermia é silenciosa e fatal. Foi o que matou o experiente peregrino brasileiro de caminhadas no inverno.