Orçamento da PeregrinaçãoMuitas pessoas tem me perguntado sobre o custo da viagem, por isso eu vou falar um pouco sobre esse assunto.

O Caminho de Santiago não exige muita organização, reserva de hotéis, transporte, essas coisas. São basicamente três grandes gastos. As passagens de ida e volta pra Espanha, o dinheiro de mão, e o gasto com equipamentos.

Documentação

Para entrar na Espanha você não precisa de visto, mas é necessário estar com o passaporte em dia e com validade mínima de seis meses. Caso seu passaporte esteja vencido ou próximo do vencimento, você vai ter que desembolsar no mínimo 156 reais, que é a taxa de renovação. Digo “mínimo” porque com esse valor você tem que devolver o seu passaporte antigo… Se você não sabe onde está, perdeu ou foi roubado, tem que pagar a taxa em dobro.

Outro contratempo é a demora para o agendamento na Polícia Federal. Não sei como está a situação nos outros estados, mas aqui no Rio de Janeiro estão fazendo agendamentos para até 3 meses.

Passagem Aérea

Várias empresas voam para a Espanha, e fazendo uma média dos valores cobrados, cheguei ao valor de R$ 1800,00. Essa passagem vai direto para Madrid ou Barcelona, comprando ida e volta juntos.

Passagem (ida/volta) para a Espanha: +/- R$ 1800,00

Equipamentos

Como eu não tinha nada, gastei muito dinheiro na compra de equipamentos, até mais do que o valor das passagens. Não é muito aconselhável ser pão duro na hora de comprar a sua mochila, bota ou saco de dormir. Melhor mesmo é comprar equipamentos de qualidade, que são mais caros mas garantem mais conforto na peregrinação.

Antes eu tinha colocado os preços médios, mas resolvi tirar porque podem confundir as pessoas. Esses valores variam de loja para loja, então pesquise, procure e pechinche.

Preço dos equipamentos: +/- R$ 2000,00

Dinheiro

Além de toda a preparação e compra de equipamentos, ainda temos que levar algum dinheiro na mão para a alimentação e hospedagem nos albergues.

Pesquisei muito sobre esse assunto e cheguei a conclusão de que os gastos diários ficam na média dos 25 Euros, isso sem passar dificuldade. Como a média da peregrinação é de 30 dias, o total fica aproximadamente 750 Euros. Esse valor de 25 por dia é para durante a caminhada, ok? Não inclui os dias de translado entre Madrid e SJPP e de Santiago para Madrid no final do caminho.

Além desse dinheiro, é bom levar um pouco mais para algum tipo de imprevisto. Além de dinheiro na mão, é interessante levar um cartão de crédito internacional e um cartão de banco integrado a redes Plus e Cirrus, que fazem saques em caixas automáticos no exterior. Travelers Checks são uma boa pedida porque são mais seguros do que carregar dinheiro vivo.

O Visa Travel Money faz saques nos caixas automáticos integrados a rede Plus da Espanha e ainda pode ser usado diretamente para compras em lojas e restaurantes.

A vantagem do Visa Travel Money é que ele tem seguro, e em caso de perda, você pode pedir outro cartão. Além disso ele tem o IOF mais baixo dentre as outras opções. Vale mais a pena usar o Visa Travel Money do que sacar dinheiro em caixas automáticos usando o seu cartão de débito internacional.

Não se esqueça de levar as ultimas faturas do cartão de credito, e o comprovante de depósito no Visa Travel Money. Extrato da conta bancária, tb é bom levar.

Dinheiro de mão: € 1000,00 (R$ 4000,00 em Julho/2015)

Resumo

Depois de pagar +/- 1800 reais de passagem, mais 156 de passaporte, +/- 2000 de equipamentos e mais 3300 de dinheiro de mão, temos o total de mais de R$ 8.000,00, e são valores aproximados. É claro que esse valor está incluindo um monte de equipamentos que muitas pessoas já tem, no meu caso tudo teve que ser comprado mesmo, então o gasto foi um pouco maior.

Sempre dá pra fazer a viagem gastando menos. Algumas pessoas podem levar entre 600 e 800 Euros para a viagem, o que baixa o custo total em 500 ou 1000 reais. Também podemos considerar a diferença de valor dos equipamentos. Ao comprar menos equipamentos e escolher os mais baratos, pode-se reduzir o custo em uns 50%.

Uma coisa importante, pra passar um mês na europa, de acordo com as regras do espaço Schengen, você precisa de no mínimo 2.000 Euros. Claro que não precisa (nem é recomendado) andar com 2.000 Euros no bolso. Leve uns 1.000 em dinheiro e mais 1.000 disponível em cartões.

Um detalhe importante, esse valor disponível em cartões precisa de comprovante, tá? Não adianta chegar lá na imigração sem esses comprovantes e pedir pra acessar o Internet Banking pra mostrar o extrato pra eles… eles não deixam, e normalmente não tem muito choro.

Outra coisa importante!! Utilizar equipamento adequado pode ser a diferença entre o Caminho dos sonhos e um Caminho repleto de contratempos, problemas físicos e sofrimento. Conta muito a boa qualidade do equipamento e a boa informação na hora de comprar. Pode ser caro, mas você não vai se arrepender depois.