Aqui vamos falar sobre outros riscos que os peregrinos estão expostos durante a peregrinação à Santiago de Compostela.

Roubos

Os peregrinos hoje são vistos como “turistas pobres”. Ou seja, o foco dos assaltantes certamente vai para os turistas “endinheirados” da costa do sol.

Já pequenos furtos é algo que pode acontecer (como em qualquer parte do mundo), assim, leve o seu dinheiro e passaporte sempre com você, e não deixe nada de valor sozinho e muito à vista.

Dinheiro e documentos devem ser carregados naquelas bolsas “porta-dólar” que ficam presas na cintura junto ao corpo. Elas são vendidas em lojas especializadas em malas e artigos para viagem. Leve esta bolsa sempre com você, até para o banho. Nunca guarde sua bolsa de documentos na mochila.

Os Cães

Embora no passado essa tenha sido uma das grandes ameaças aos  peregrinos, hoje em dia os cães que vivem soltos no mato não representam mais riscos sérios. Devido ao paulatino aumento na quantidade de peregrinos e a reabertura de antigas rotas campesinas, esses cães acabaram tendo que procurar outro local ermo para morar. Mesmo assim, portar um cajado de madeira ajuda muito a afugentar qualquer companheiro indesejado.

Atropelamentos

Em alguns pontos, a rota cruza ou acompanha auto-estradas movimentadas. Todo o cuidado é pouco! Lembre-se que depois de horas de caminhada você estará cansado e os seus reflexos ficam comprometidos.

Problemas de Saúde

Ah, isto sim é preocupante. Sim, pois muitos se mandam à Espanha para andar horas a fio com a mochila nas costas, subindo e descendo montanhas debaixo de sol forte, sem antes fazer testes clínicos ou consultas médicas. Se você não tem mais aqueles 20 aninhos nas costas, por favor, faça uma consulta prévia ao médico. Conte para ele que você pretende andar 800 quilômetros. Ele certamente dirá que você está louco. Mas em compensação, você partirá para a Espanha muito mais tranquilo.

Dica Extra

O Brasil não possui mais o convênio com a Espanha através do INSS, por isso a melhor opção mesmo é  comprar um seguro-saúde internacional (vendido em agências de turismo).